EUA

Dois adolescentes acusados de ataque a contas de personalidades no Twitter

Dois adolescentes acusados de ataque a contas de personalidades no Twitter

Dois adolescentes e um adulto foram identificados como os piratas que se apoderaram das contas na rede social Twitter de políticos, celebridades e empresários do setor da tecnologia para uma fraude que lhes rendeu 100 mil dólares.

Graham Ivan Clark, de 17 anos, foi detido hoje em Tampa, nos EUA, onde o procurador o vai acusar enquanto adulto. Segundo um comunicado do gabinete do procurador estadual em Hillsborough, Andrew Warren, Clark enfrenta 30 acusações.

Os outros acusados, o britânico Mason Sheppard, com 19 anos, e Nima Fazeli, com 22, de Orlando, vão ser julgados em tribunal federal no estado da Califórnia.

Na que foi uma das mais importantes quebras de segurança nos últimos anos, os piratas enviaram mensagens falsas, via rede Twitter, em 15 de julho a partir das contas de pessoas como Barack Obama, Joe Biden, Mike Bloomberg, Jeff Bezos, Bill Gates, Elon Musk, Kanye West e Kim Kardashian West, entre outras.

As mensagens prometiam dois mil dólares a quem enviasse mil para um endereço anónimo da criptomoeda bitcoin.

"Há uma crença falsa dentro da comunidade dos piratas informáticos que ataques como este à Twitter podem ser feitos anonimamente e sem consequências", afirmou o procurador federal para o Distrito Norte da Califórnia, David L. Anderson, em comunicado.

Se bem que o caso contra o adolescente também seja investigado pela polícia federal (FBI, na sigla em inglês) e pelo Departamento de Justiça, Warren explicou que o seu gabinete vai acusar Clark em tribunal no estado da Florida, porque as leis aqui permitem acusar adolescentes como adultos em casos de fraude financeira como esta. Acrescentou ainda que Clark era o líder do esquema fraudulento.

"Penso que este é um grande caso de estudo que mostra como a tecnologia democratiza a capacidade de praticar atos criminosos sérios", disse Jake Williams, fundador de firma de segurança informática Rendition Infosec.

Os piratas atacaram 130 contas e conseguiram enviar mensagens de 45, aceder à caixa de mensagens de 36 e descarregar informação de sete.

O pai de Fazeli, Mohamad, disse que está "100% seguro" da inocência do seu filho: "Ele é uma pessoa muito boa, muito honesta, muito inteligente e leal".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG