Crime

Dois homens condenados pela morte de 39 migrantes encontrados mortos em camião

Dois homens condenados pela morte de 39 migrantes encontrados mortos em camião

Dois homens que traficavam pessoas foram, esta segunda-feira, considerados culpados de homicídio involuntário pela morte de 39 migrantes vietnamitas encontrados sufocados em outubro, num camião frigorífico em Essex, no Reino Unido.

Os dois homens, Eamonn Harrison, de 23 anos, motorista da Irlanda do Norte, e Gheorghe Nica, 43 anos, considerado coordenador da operação, foram considerados culpados das mortes que ocorreram enquanto os migrantes estavam a ser transportados num camião de refrigeração selado, pelo Canal da Mancha.

O tribunal considerou ainda culpados Christopher Kennedy, 24 anos, também motorista de camiões da Irlanda do Norte, Valentin Calota, 38 anos, da Roménia, por conspiração para contrabandear imigrantes vietnamitas do norte da França para o Reino Unido.

Segundo a polícia, os dois líderes, Nica e Ronan Hughes, que confessaram o crime antes do início do julgamento, foram motivados por "ganância pura e absoluta". A operação rendeu centenas de milhares de euros sendo que cada passageiro terá pago aos contrabandistas entre dez e treze mil libras, cerca de onze mil e 14 mil euros, para entrarem no país.

Em tribunal, os motoristas alegaram que, embora estivessem conscientes do contrabando de artigos ilegais, não sabiam que havia pessoas nos contentores. O júri não ficou convencido.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG