Aborto

Dois mil fetos humanos em mosteiro budista

Dois mil fetos humanos em mosteiro budista

A polícia tailandesa descobriu cerca de dois mil fetos humanos num mosteiro budista de Banguecoque, onde se praticavam abortos ilegais.

A acção de busca foi desencadeada por denúncias de vizinhos, que se queixavam de um cheiro nauseabundo vindo de um dos edifícios do mosteiro de Phai Ngern.

A polícia deteve vários suspeitos. Todos trabalhavam na morgue do mosteiro. Entre os detidos há uma mulher, Lanjakorn Jantamanas, de 33 anos, que confessou que, desde há cinco anos, era a pessoa encarregada de levar para o mosteiro os fetos vindos de três centros de abortos ilegais, situados no bairro Thom Buri da capital tailandesa.

PUB

Na Tailândia o aborto é legal em situações específicas: se a mulher foi violada, se a gravidez prejudica a saúde da mãe, em caso de incesto ou devido a uma malformação do feto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG