EUA

Detidos por homicídio fogem da cadeia através de buraco no WC

Detidos por homicídio fogem da cadeia através de buraco no WC

As autoridades norte-americanas divulgaram imagens que mostram a estratégia usada por dois suspeitos de assassinato para escaparem de um estabelecimento prisional no Estado da Califórnia.

Santos Fonseca, de 21 anos, e Jonathan Salazar, de 20, conseguiram fugir por um buraco de 55 centímetros, que fizeram na casa de banho da cela, na cidade de Salinas, a sul de São Francisco, no passado domingo.

A dupla estava a aguardar por julgamento, sendo acusados de dois homicídios. "Estamos desapontados por pessoas acusadas de homicídio já não estarem na nossa cadeia", disse Jonathan Thormburg, porta-voz do Xerife do condado de Monterey.

As autoridades montaram uma operação para capturar os dois fugitivos que são considerados extremamente perigosos e podem estar armados. Há mesmo uma oferta de cerca de quatro mil euros para quem tiver informações sobre os dois fugitivos.

Buraco escondido na casa de banho

Os suspeitos abriram um buraco na parede da casa de banho, onde as autoridades não o conseguiram ver. A passagem dava para uma área de manutenção por onde eles rastejaram até terem chegado a um alçapão que abriram e que dava para o exterior e onde não havia seguranças.

"Lamentamos o que aconteceu", disse Jonathan. "Somos responsáveis por proteger o público", referiu. Os dois homens foram detidos no ano passado por dois casos de homicídio não relacionados.