Mundo

"Deu o último suspiro e descansou", revelou Winnie Mandela

"Deu o último suspiro e descansou", revelou Winnie Mandela

O primeiro presidente sul-africano negro, Nelson Mandela, "deu o seu último suspiro e descansou", contou, esta quinta-feira, a ex-mulher Winnie Madikizela-Mandela, na sua primeira entrevista desde a morte do ícone da luta anti-'apartheid'.

"Reparei que ele respirava muito lentamente. Ao tocá-lo para avaliar a temperatura, estava frio. Deu então o seu último suspiro e descansou ... partiu", confidenciou ao canal britânico ITV Winnie Mandela, descrevendo pela primeira vez os derradeiros momentos do Prémio Nobel da Paz, que morreu a 5 de dezembro, em Joanesburgo.

A morte de Nelson Mandela, aos 95 anos, foi anunciada pelo presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, motivando de imediato reações de pesar a nível mundial.

"A nossa nação perdeu o maior dos seus filhos", disse Jacob Zuma, anunciando um funeral de Estado.

O Comité Nobel norueguês considerou Nelson Mandela, que esteve preso quase trinta anos pela sua luta contra o regime "apartheid" da África do Sul, "um dos maiores nomes da longa história dos prémios Nobel da Paz".

Mandela foi o primeiro Presidente negro da África do Sul, entre 1994 e 1999.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG