Balanço

Doze peregrinos polacos mortos em acidente de autocarro na Croácia

Doze peregrinos polacos mortos em acidente de autocarro na Croácia

Doze peregrinos polacos morreram e cerca de trinta ficaram feridos, este sábado, num acidente no norte da Croácia num autocarro que se dirigia ao santuário católico de Medjugorje, na Bósnia, segundo o balanço mais recente das autoridades croatas e polacas.

O acidente aconteceu de manhã cedo, numa autoestrada, a cerca de 60 quilómetros a norte de Zagrebe, a capital croata. O autocarro, que se dirigia para a cidade, "desviou-se da rota e caiu na berma ao lado da autoestrada", disse à AFP um porta-voz da Polícia, Matko Muric.

Onze pessoas foram encontradas mortas no local do acidente e uma pessoa gravemente ferida acabou por morrer no hospital, adiantou o ministro croata do Interior, Davor Bozinovic, em conferência de imprensa em Varazdin, norte do país.

Cerca de 30 pessoas ficaram feridas, das quais 18 com gravidade, e foram transportadas para vários hospitais de Zagrebe, disse a diretora dos serviços de urgência croatas, Maja Grba Bujevic, acrescentando que 16 equipas de emergência médica foram enviadas para o local. A mesma responsável adiantou ainda que não há crianças entre as vítimas, todas polacas.

O primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, escreveu na sua conta no Twitter que o autocarro transportava peregrinos polacos para o santuário mariano na Bósnia, visitado todos os anos por centenas de milhares de pessoas, entre as quais muitos polacos. O chefe do executivo adiantou ainda que o ministro da Saúde, Adam Niedzielski, e o ministro adjunto dos Negócios Estrangeiros, Marcin Przydacz, chegam ainda hoje à Croácia.

O trânsito é particularmente intenso durante o verão nas estradas do país, que acolhe todos os anos milhões de turistas, sobretudo na costa do Adriático. Os turistas polacos encontram-se entre os mais numerosos: entre janeiro e julho deste ano 580 mil turistas polacos viajaram até à Croácia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG