Mundo

É preciso optar: mimar os ricos ou investir na educação, diz Obama

É preciso optar: mimar os ricos ou investir na educação, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, desafiou os norte-americanos a optarem por enriquecer os multimilionários ou investir na educação, numa resposta às críticas dos republicanos ao seu plano de emprego.

Os republicanos, que têm a maioria no Congresso, rejeitaram o financiamento do plano, que prevê acabar, em 2013, com as benesses fiscais dos mais ricos, herdadas do antecessor de Obama, o republicano George W. Bush.

"Querem que os multimilionários conservem os seus benefícios fiscais ou querem que os professores encontrem trabalho?", questionou o presidente democrata, perante uma audiência de três mil pessoas reunidas numa escola em Columbus, que visitou.

Voltando a dirigir-se aos presentes, Obama perguntou: "Querem que as sociedades petrolíferas continuem a beneficiar de nichos fiscais ou querem que se renovem escolas, para que os operários da construção civil possam novamente trabalhar?".

Obama deslocou-se numa visita-relâmpago ao Estado do Ohio, onde o presidente da Câmara dos Representantes, John Boehner, foi eleito no ano passado, e voltou a defender o seu plano de 447 mil milhões de dólares (326 mil milhões de euros) para relançar a economia e o emprego.

O presidente norte-americano, que se recandidata a um novo mandato nas eleições de Novembro de 2012, enfrenta um descontentamento da opinião pública sobre a forma como geriu a economia desde que chegou ao poder, há dois anos e meio. A taxa de desemprego situa-se ainda nos 9,1%, longe de ter superado os efeitos da recessão de 2007-2009.