Espanha

El Gordo entrega 240 milhões de euros perto da fronteira com Portugal

El Gordo entrega 240 milhões de euros perto da fronteira com Portugal

O número 72897 é o prémio Gordo do Sorteio Extraordinário da Lotaria do Natal de Espanha, que reparte um total de quatro milhões de euros por série.

Apesar de estar repartido em mais de 20 províncias, a localidade de Punta Umbría, em Huelva, que se encontra apenas a 56 quilómetros da fronteira de Vila Real de Santo António, foi a mais afortunada desta terça-feira, depois de vender 60 séries que deixam uma ganho total de 240 milhões de euros na povoação.

Reus e Tarragona também tiveram a fortuna de vender outras 60 séries do prémio. Pelo segundo ano consecutivo, o El Gordo sai na cidade catalã de Reus, que o ano passado repartiu 320 milhões de euros.

Na Catalunha, a sorte acompanhou novamente os trabalhadores das Indústrias Teixidó, em Tarragona, que ganharam pelo segundo ano consecutivo o El Gordo. "Esta é uma situação que nunca acontece na vida", explicaram os operários entre gritos de euforia quando ouviram o número 72.897. Apesar do comissão de trabalhadores empresa vender todos os anos os bilhetes da lotaria do Natal, houve trabalhadores que não acreditaram na fortuna e continuaram sem comprar um décimo, pelo que tiveram de voltar novamente a casa com as mãos vazias, enquanto outros colegas festejavam um prémio que superou os 200 milhões de euros.

O grande prémio sorteado pelos meninos de São Ildefonso, às 11 horas de Portugal continental, também caiu em Granada, Madrid, Bonhar (Leão), O Grove (Pontevedra), Bilbao, Granadilla de Abona (Santa Cruz de Tenerife), Jávea (Alicante), Cáceres, O Porto de Santa María (Cádiz), Córdoba y Haría (Las Palmas). Além disso, também se venderam décimos desse mesmo número no São Pedro do Pinatar (Murcia), Vigo (Pontevedra), O Porriño (Pontevedra), Salamanca, Oliva (Valencia), Alfara do Patriarca (Valencia) e Zamora.

A segunda grande alegria chegou às 12.10 horas, quando Aya Bem Hamdouch, a mesma menina que no ano passado revelou o El Gordo, cantou com Roberto Constaninescu o número 06095, segundo prémio da Lotaria do Natal, que vai repartir 125 mil euros por cada 20 euros jogados. As cidades de Alcalá de Henares, na área metropolitana de Madrid, e Gandía, no litoral valenciano, venderam a maioria das séries desse número. Enquanto, o terceiro prémio caiu no número 52.472, que distribuiu 500 mil euros por série em toda a Espanha. Apesar da crise económica provocada pela covid-19, este ano reparte-se um total de 2.408 milhões de euros em prémios, mais 28 milhões que o ano passado.

PUB

Punta Umbría, uma povoação a precisar de sorte

O concelho da Punta Umbría, na área metropolitana da Huelva, é conhecido pela qualidade das suas praias, que atraem cada verão milhares de pessoas. Os 15 mil habitantes da cidade nunca esquecerão a manhã de 22 de dezembro de 2020, quando as meninas de São Ildefonso, Fernanda Daniela e Yesica Paola Valencia, sacaram do pote o número 72.897 que reparte 400 mil euros por décimo premiado.

A presidente da Câmara Municipal, Aurora Águeda, mostrou publicamente a grande felicidade de poder repartir os 240 milhões de euros do El Gordo num ano tão complicado devido a pandemia. "É a primeira vez na história que El Gordo traz a Punta Umbría 240 milhões, que vão ajudar o concelho que tem sofrido muitíssimo pela queda do setor turístico. Isto deve servir como sinal das coisas boas que estão por vir em 2021".

O único ponto de venda de lotarias, situada na Avenida da Andaluzia, vendeu as 60 séries e recebeu a visita da população para festejar um prémio que pode mudar radicalmente as suas vidas num dos piores momento do país. Uma das responsáveis pela loja, Cristina Ferrera, descobriu que tinha vendido o número ganhador quando começou a receber chamadas de clientes eufóricos.

"Tínhamos dado prémios noutros sorteios, mas sempre eram muito pequenos, nem acreditava aquilo que as pessoas me diziam porque são muitos milhões", declarou à Agência EFE. Apesar do turismo pode ter levado o prémio para muito longe da zona sul da Andaluzia, Ferrera espera que a maioria do "dinheiro fique em Punta Umbría" e possa ajudar algumas pessoas a ter "uma vida mais fácil".

Muito perto da fronteira de Valença do Minho, encontra-se a localidade galega de Porrinho (cerca de 20 quilómetros), que também foi afortunada com a lotaria, que deixou mais de 426 mil euros na povoação. Na loja da rua Ramón González, já estão acostumados a dar grandes alegrias, já que no ano passado venderam três quintos prémios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG