O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Eleições em Madrid: extrema-direita ameaça PP

Eleições em Madrid: extrema-direita ameaça PP

Madrid vai a votos na terça-feira, numas eleições autonómicas antecipadas. Sondagens indicam uma vitória do Partido Popular, que, ainda assim, para governar, poderá ter de ceder ao Vox.

Madrid vai às urnas na terça-feira para escolher um líder que governe a região durante os dois próximos anos. Se não houver surpresa, a atual presidente e candidata à reeleição, Isabel Díaz Ayuso, do Partido Popular (PP), sairá reforçada de umas eleições autonómicas que medem o ressurgimento da Direita perante uma Esquerda dividida, num cenário político espanhol cada vez mais instável. Neste contexto, a extrema-direita poderá ser determinante.

Os dois parceiros no Governo central - Partido Socialista (PSOE) e Unidas Podemos (UP, de Esquerda) - vão sair prejudicados do escrutínio, antecipado, na capital. Segundo as sondagens, os socialistas conseguirão 33 assentos, amplamente superados pelo PP, que deverão conseguir 59.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG