Mundo

Elizabeth desistiu dos tratamentos contra o cancro para ser mãe

Elizabeth desistiu dos tratamentos contra o cancro para ser mãe

Uma mulher norte-americana abdicou do tratamento contra o cancro para continuar a gravidez. Após algumas semanas do nascimento de Lily, Elizabeth faleceu. A história vai ser retratada no documentário "40 semanas", de Christopher Henze.

Elizabeth Joice namorava com Max há dois anos quando, em setembro de 2010, descobriu que tinha cancro no pulmão. Depois do diagnóstico, a norte-americana queria desistir do tratamento e dar a volta ao mundo com o namorado durante o tempo que lhe restava. A opinião mudou e Elizabeth decidiu lutar pela vida quando foi pedida em casamento por Max. Casaram-se um mês depois.

Após vários tratamentos, a norte-americana esteve três anos livre do cancro e, em junho de 2013, o casal soube que ia ter um filho. Passado um mês recebeu a notícia de que o tumor tinha voltado. Elizabeth foi operada uma segunda vez mas decidiu renunciar ao tratamento para não prejudicar o bebé.

Dois meses mais cedo do que o previsto, a 23 de janeiro de 2014, nasceu Lily Anne Joice, um bebé saudável. No entanto, já era tarde demais para tentar combater o cancro que se tinha espalhado por todo o corpo.

Elizabeth Joice faleceu seis semanas após o nascimento da filha, a 9 de março. Max decidiu contar a todo o mundo a história da mulher através de um vídeo e criou um site para arrecadar fundos para contribuir para a educação de Lily.

"40 semanas" é o documentário que retrata a história de Elizabeth, produzido por Christopher Henze com estreia prevista para este ano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG