Negócio

Elon Musk desiste do acordo para a compra do Twitter

Elon Musk desiste do acordo para a compra do Twitter

Elon Musk anunciou, esta sexta-feira, que desistiu do acordo de compra do Twitter, que vai levar o caso para os tribunais.

O diretor executivo da fabricante de automóveis elétricos Tesla e também dono da SpaceX deixou cair o negócio de 44 mil milhões de dólares (mais de 43 mil milhões de euros) para comprar a rede social e justificou a decisão alegando "violação material de várias disposições do acordo".

Num documento divulgado esta sexta-feira, os advogados do homem mais rico do mundo apontam que "o Twitter falhou ou recusou-se a responder a vários pedidos de informações sobre contas falsas ou spam (lixo eletrónico) na plataforma", considerando que esses dados são fundamentais para conhecer o desempenho dos negócios da empresa.

PUB

As ações do Twitter caíram cerca de 6% após o anúncio do multimilionário, que tinha apresentado uma proposta formal de aquisição do Twitter em abril deste ano. "Isto não é para fazer dinheiro. A minha intuição é que é extremamente importante para o futuro da civilização ter uma plataforma pública que tem que ter a nossa confiança e seja inclusiva", disse, na ocasião.

O Twitter diz que vai levar o empresário à Justiça, para que o negócio seja cumprido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG