Equador

Em Guayaquil, os corpos das vítimas de Covid-19 estão a ser largados na rua

Em Guayaquil, os corpos das vítimas de Covid-19 estão a ser largados na rua

Na província de Guayas, cuja capital é Guayaquil, registam-se 70% dos casos de Covid-19 do Equador. Na cidade costeira, há corpos a serem largados nas ruas, funerais em massa e uma operação militar em curso para dar resposta à crise sanitária.

Os serviços funerários não estão a conseguir dar resposta às dezenas de mortes que têm ocorrido nas últimas horas e surgiram nas redes sociais imagens chocantes de corpos a serem literalmente atirados à rua.

Após reconhecer as falhas no "sistema funerário", o Governo do país da América Latina, que determinou o recolher obrigatório às 15 horas, montou uma operação militar e policial que já terá conseguido remover 150 cadáveres de casas da cidade, nos últimos três dias.

As funerárias falam em "dezenas de enterros" desde segunda-feira enquanto está a ser construído um complexo para sepultar exclusivamente as vítimas da pandemia.

A imprensa local aponta para mais de 300 cadáveres recolhidos na última semana de março.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG