Joanesburgo

Emigrante português asfixiado até à morte na África do Sul

Emigrante português asfixiado até à morte na África do Sul

Um comerciante português foi assassinado este domingo de manhã em Joanesburgo, na África do Sul.

António Vieira, de 80 anos, foi asfixiado por três homens na loja de uma estação de serviço de que é proprietário em Bedforview, Joanesburgo, na África do Sul.

Natural de Pombal, era casado e pai de dois filhos.

É o terceiro português morto por asfixia na África do Sul, em menos de um ano, conta o "Jornal da Madeira", que noticia o assassinato de António Vieira.

Uma representante do Consulado português em Joanesburgo esteve presente no local do crime.

O JN contactou o Consulado português em Joanesburgo, que estava fechado. A mensagem de voz indica que não faz atendimento telefónico, remetendo qualquer questão para o email, não tendo sido possível, assim, obter mais informações sobre a morte deste emigrante português na África do Sul.

A Lusa contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros, que numa mensagem lamentou "profundamente a morte de um compatriota assassinado em Joanesburgo".

PUB

"O consulado-geral de Portugal em Joanesburgo está já em contacto com a família da vítima", lê-se na mensagem.

O ministério não forneceu mais informações sobre o assunto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG