O Jogo ao Vivo

China

Salva filho de raptores depois de o encontrar por acaso em centro comercial chinês

Salva filho de raptores depois de o encontrar por acaso em centro comercial chinês

Um homem chinês encontrou o filho por acaso num centro comercial, nove meses depois de a criança ter sido raptada. Alertou autoridades e os criminosos foram detidos.

Um aparente momento de sorte incrível, nove meses depois de ter experienciado a dor da perda de um filho. Chen Zhonghong foi a um centro comercial, em Qingyuan, Guangdong, na China, e encontrou, por acaso, o filho que havia sido raptado nove meses antes.

O homem alertou as autoridades, que detiveram os três sequestradores, identificados apenas pelos primeiros nomes, Chen, Li e Ou.

Cheng Jiafu, de seis anos, foi raptado a 27 de maio de 2016 e encontrado nove meses depois, em fevereiro deste ano.

O caso, e as imagens, foram agora revelados, pouco depois de conhecida a sentença. Os três sequestradores foram condenados, no dia 10 de novembro.

O suposto líder do grupo, identificado como Ou, foi condenado a seis anos de prisão. O juiz, Hou Zhaoxing, considerou que o sequestrador tencionava vender a criança e multou-o, ainda, em 10 mil yuan, cerca de mil euros.

Os outros homens foram condenados a penas mais ligeiras: Li foi sentenciado com três anos de cadeia e Chen com dois.

Chen Zhonghong disse à polícia que tinha saído para trabalhar e deixado o filho a ver televisão com a irmã mais velha. Duas horas depois, o rapaz terá sido raptado por um estranho.

Na altura foi emitido um alerta de desaparecimento e foram realizadas buscas durante meses. A história terminou nove meses depois, com um final feliz.