Saúde

Enfermeira protege três recém-nascidos durante explosões de Beirute

Enfermeira protege três recém-nascidos durante explosões de Beirute

Tem corrido mundo a imagem de uma enfermeira a segurar em três recém-nascidos. Porquê? Aconteceu em Beirute, nos momentos que se seguiram às duas explosões que devastaram a cidade libanesa.

Duas explosões tinham acabado de destruir a zona portuária de Beirute e sacudir toda a cidade, provocando a morte a pelo menos 149 pessoas e deixando cinco mil feridas, quando o fotógrafo Bilal Marie Jawich captou uma imagem que viria a tornar-se viral nos dias seguintes: uma enfermeira com três recém-nascidos ao colo. A fotografia foi partilhada por milhares de pessoas.

"No hospital, esta 'heroína' captou a minha atenção. Estava com pressa para ligar para alguém apesar de as comunicações estarem suspensas, com três recém-nascidos ao colo, e rodeada de dezenas de corpos e de feridos", descreveu o fotógrafo, na legenda que acompanha a foto, no Facebook.

"Fiquei impressionado quando vi a enfermeira com três recém-nascidos ao colo", contou mais tarde à CNN árabe. "Admirou-me a calma dela, a contrastar com a atmosfera de caos à volta, a apenas um metro de distância", relatou Bilal Marie Jawich. Segundo o fotógrafo, a enfermeira viria a dizer-lhe que estava na ala da maternidade quando as explosões atingiram o hospital. Caiu inconsciente e, quando voltou a si, pegou nos três bebés.

Mas nem toda a gente que estava naquele hospital teve a mesma sorte. De acordo com a CNN, 12 pacientes, duas visitas e quatro enfermeiras morreram e duas ficaram em estado crítico. Cerca de 80% do edifício do hospital ficou danificado, assim como 50% do equipamento.

As explosões terão sido provocadas por mais de 2750 toneladas de nitrado de amónio, uma substância explosiva que se encontrava armazenada no porto de Beirute.

Outras Notícias