O Jogo ao Vivo

Índia

Entra na esquadra com a cabeça da mulher depois de a matar por traição

Entra na esquadra com a cabeça da mulher depois de a matar por traição

Um homem na Índia deixou a polícia em choque depois de entrar na esquadra com a cabeça da própria mulher na mão. O crime terá acontecido depois de descobrir que a vítima o tinha traído.

O suspeito, identificado como Satish, segurava um saco com a cabeça da vítima numa mão e uma arma branca na outra, segundo avança o jornal "The Times of India".

Num vídeo, gravado por uma outra pessoa que estava no local, pode ouvir-se o homem, com cerca de 35 anos, a dizer: "Esta é a minha mulher. Dei-lhe todo o amor que conseguia", disse o homem, depois de viajar vinte quilómetros com a cabeça da mulher dentro do saco, conta o "India Today".

Pouco depois, o homem retira a cabeça da mulher do interior do saco e diz aos polícias que a mulher o tinha traído. "Eu via-a com outro homem perto da plantação. Eu matei-a, mas o outro homem conseguiu fugir", detalhou às autoridades.

Ramachandra Nayak, da polícia de Ajjampura, explicou que o homem ficou detido depois de dar indicações às autoridades sobre o local onde enterrou os restos mortais da mulher.

"Geralmente, aqui nesta área, quem comete um homicídio acaba por o confessar às autoridades. Mas ver alguém a entrar aqui com com a cabeça da vítima é algo de novo para nós", admitiu o superintendente Annamalai.

O casal estaria junto desde 2011 e são de castas diferente, sendo que a polícia já os conhecia em resultado dos vários confrontos registados desde o início do casamento. "Já sabíamos que o casal estava a passar por uma fase menos boa e já os tínhamos aconselhado algumas vezes. Não sabíamos das suspeitas de um caso extraconjugal", disse, fonte policial, citada pela BBC.