O Jogo ao Vivo

Investigação

Escudo de casca com 2300 anos surpreende arqueólogos no Reino Unido

Escudo de casca com 2300 anos surpreende arqueólogos no Reino Unido

Arqueólogos da Universidade de Leicester descobriram um escudo com 2300 anos num local perto do rio Soar, em Leicestershire, no Reino Unido.

O escudo, descoberto em 2015 e feito de casca de árvore, é uma "surpreendente e inigualável" descoberta de há 2300 anos, sendo o único exemplo deste tipo encontrado na Europa.

Feito entre os anos 395 e 250 antes de Cristo, o escudo anulou todas as suposições antes criadas sobre as armas usadas na Idade do Ferro, deixando especialistas da Idade do Ferro sem reação, dizem os arqueólogos.

De acordo com Matt Beamish, arqueólogo que dirige o Serviço de Arqueologia da Universidade de Leicester, os objetos orgânicos datados naquele período raramente se conservam, mas o escudo encontrado foi preservado em solo encharcado.

O escudo é feito de casca verde, que foi endurecida com ripas internas de madeira, e envolto por um aro de aveleira e laços torcidos de salgueiro.

"Isto é um objeto absolutamente fenomenal, uma das mais maravilhosas e internacionalmente importantes descobertas que encontrei na minha carreira", disse Julia Farley, curadora das coleções britânicas e europeias da Idade do Ferro, no Museu Britânico.

Escudos de casca daquele período eram completamente desconhecidos no Hemisfério Norte. Acredita-se que o material era demasiado frágil para ser usado na guerra, disse Matt Beamish, ao jornal britânico "The Guardian".

O escudo foi doado ao Museu Britânico. Julia Farley diz esperar vê-lo em exposição já no próximo ano.