Covid-19

Espanha impõe quarentena obrigatória a pessoas procedentes da Índia

Espanha impõe quarentena obrigatória a pessoas procedentes da Índia

A Espanha vai impor uma quarentena obrigatória a todas as pessoas procedentes da Índia, apesar de não haver voos diretos, como medida de controlo sanitária face a notícias sobre a deteção de uma nova variante do novo ​​​​​​​coronavírus.

O anúncio foi feito pela porta-voz do Governo espanhol, María Jesús Montero, lembrando que, uma vez que não existem voos diretos entre Espanha e a Índia, certas medidas, como a proibição destes voos, não podem ser adotadas como fizeram outros países europeus.

O despacho assinado pela ministra da Saúde, Carolina Darias, será publicado na quarta-feira no jornal oficial do Estado e, portanto, inclui uma quarentena obrigatória na mesma linha que já é aplicada a outros viajantes de países terceiros em que circulam variantes diferentes das presentes na Espanha.

Conforme explicou na segunda-feira o diretor do Centro de Coordenação de Alertas e Emergências de Saúde, Fernando Simón, não há evidências de que a variante do SARS-CoV-2 descoberta na Índia seja mais transmissível em relação às outras ou leve a um agravamento da covid-19.

Simón alertou, porém, poderia muito bem ser mais contagiosa, dadas as mutações que o vírus sofreu.

E embora ainda não haja casos confirmados em Espanha, Simón não descartou que possa ser detetado.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.122.150 mortos no mundo, resultantes de mais de 147,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG