O Jogo ao Vivo

Mundo

Espanha proíbe coligação basca de concorrer a eleições locais

Espanha proíbe coligação basca de concorrer a eleições locais

O Supremo Tribunal espanhol proibiu, com uma maioria de nove votos contra seis, a coligação de esquerda independentista basca Bildu de concorrer às eleições locais de 22 de Maio.

De acordo com a agência EFE, ainda que por uma estreita margem, os magistrados aceitaram os argumentos do Ministério Público espanhol, segundo o qual a coligação era uma estratégia da ETA, organização considerada como terrorista pela ONU e pela União Europeia, para concorrer às eleições.

O governo espanhol pediu quarta-feira ao Supremo Tribunal a impugnação das 254 candidaturas apresentadas pela coligação basca Bildu às eleições locais de 22 de Maio.

O procurador-geral do Estado, Joaquim de Fuentes Bardaji, apresentou o pedido relativo às candidaturas da Bildu e um segundo recurso para impugnar 16 grupos de eleitores.

Segundo a procuradoria, a coligação eleitoral representa um "plano B" do círculo político da ETA para ter candidatos nas próximas eleições.

O Batasuna, formação considerada como braço político da ETA, e outros grupos que o tentaram substituir foram ilegalizados pela justiça espanhola conforme a Lei de Partidos de 2002, que prevê a proibição dos que apoiem o terrorismo, e não podem concorrer às eleições.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG