Covid-19

Espanha regista quase 14 mil casos e 103 mortes desde sexta-feira

Espanha regista quase 14 mil casos e 103 mortes desde sexta-feira

A Espanha registou 13.984 novos casos de ​​​​​​​covid-19 nos últimos três dias, elevando para 3.581.392 o total de infetados até agora, continuando o índice de contágios a descer, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

Os serviços sanitários também notificaram mais 103 mortes atribuídas à pandemia desde sexta-feira, passando o total de óbitos para 78.895.

A incidência acumulada (contágios) continuou hoje a baixar, passando de 199 (sexta-feira) para 189 casos diagnosticados por cada 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As comunidades autónomas com os níveis mais elevados são as do País Basco (401), Madrid (303), Aragão (291) e Navarra (270).

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 612 pessoas com a doença (915 na sexta-feira), das quais 149 em Madrid, 109 na Catalunha e 102 na Andaluzia.

Por outro lado, desceu para 8.531 o número de hospitalizados com covid-19 (8.605), o que corresponde a 6,8% das camas, dos quais 2.134 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (2.183), o que corresponde a 21,4% das camas desses serviços.

PUB

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, garantiu hoje que daqui a 100 dias 70% da população que vive em Espanha estará vacinada, conseguindo-se assim alcançar a imunidade de grupo contra a covid-19 no país.

"Estamos apenas a cem dias de conseguir alcançar a imunidade de grupo, ou seja, que 70% da população espanhola esteja vacinada e, portanto, imunizada", sublinhou Sánchez.

De acordo com os cálculos do primeiro-ministro espanhol, esta percentagem será atingida por volta de 18 de agosto.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.294.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG