Covid-19

Espanha regressa a um nível de "risco elevado" de contágios

Espanha regressa a um nível de "risco elevado" de contágios

Espanha volta a estar com um "risco elevado" de contágios de covid-19, com a incidência acumulada a superar, esta sexta-feira, os 150 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, segundo as autoridades sanitárias.

O país registou esta sexta-feira 450 casos na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

Segundo os números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol, a incidência acumulada (nível de contágios) teve uma subida de quase 20 unidades, tendo passado dos 134 (quinta-feira) para 153 casos (sexta-feira) diagnosticados por cada 100 mil habitantes nas últimas duas semanas.

PUB

As comunidades autónomas espanholas com os níveis mais elevados são as da Catalunha (297), Cantábria (242) e Andaluzia (173).

O nível de contágios subiu de forma acentuada nos últimos dias, depois de ter descido de forma suave até uma incidência acumulada de 92 casos de média em Espanha no início da semana passada.

Entre os jovens de 20 a 29 anos a incidência acumulada também aumentou nas últimas 24 horas, estando agora a um nível de 450 pessoas infetadas por cada 100 mil pessoas, nos últimos 14 dias.

O segundo grupo mais atingido é o dos jovens de idades entre 12 e 19 anos, faixa etária em que se registam 406 casos por cada 100 mil cidadãos.

O país registou 12 563 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 3 833 868 o total de infetados até agora.

Os serviços sanitários notificaram também mais 28 mortes atribuídas à pandemia desde quarta-feira, havendo agora um total de 80 911 óbitos desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 362 pessoas com a doença (282 na quinta-feira), das quais 90 na Catalunha, 78 na Andaluzia, 57 na Comunidade Valenciana e 35 em Madrid.

Por outro lado, subiu para 2412 pessoas o número de hospitalizados com covid-19 (2357 na quinta-feira), o que corresponde a 2,0% das camas, dos quais 586 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (584), 6,4% das camas desses serviços.

De acordo com os dados oficiais, há 18.5 milhões de pessoas completamente vacinadas contra a covid-19 (38,9% da população total), e 25,9 milhões têm pelo menos uma das doses (54,7%), em cerca de 47,4 milhões de habitantes que tem o país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG