Covid-19

Espanhol mal diagnosticado morreu com coronavírus a 13 de fevereiro

Espanhol mal diagnosticado morreu com coronavírus a 13 de fevereiro

A vizinha Espanha anunciou, esta terça-feira, a primeira morte provocada pelo novo coronavírus. A vítima era um doente que morreu a 13 de fevereiro, em Valência, em consequência de uma pneumonia.

Na altura em que o caso foi detetado, foi tido em conta um diagnóstico de pneumonia grave de causa desconhecida, uma vez que, na altura, "havia menos informação" sobre o Covid-19, justificaram hoje as autoridades valencianas em conferência de imprensa, citadas pela imprensa espanhola. De acordo com o "El País", a autópsia ao corpo confirmou agora que o doente estava infetado com o novo coronavírus. Embora já tenham passado mais de duas semanas desde a morte, será posto em prática o protocolo e ativadas todas as medidas de proteção e prevenção.

Ainda que o número de mortos e infetados continue a diminuir na China, a situação é inversa no resto do mundo. Segundo o mais recente balanço do ministério da Saúde espanhol, Espanha conta já com 151 casos de infeção, com Madrid a somar mais 49 casos. No País Basco, onde há 13 infetados, 211 pessoas (100 das quais são profissionais de saúde) estão isoladas em casa por terem mantido contacto com doentes.

Em Portugal, já há quatro pessoas infetadas, depois de esta terça-feira terem sido confirmados mais dois casos, um no Porto e outro em Lisboa.

Outras Notícias