México

Espécie extinta de peixes devolvida aos rios: "Um marco para a conservação"

Espécie extinta de peixes devolvida aos rios: "Um marco para a conservação"

População local juntou-se aos especialistas para ajudar na monitorização da qualidade da água. Os peixes já se reproduziram e a União Internacional para a Conservação da Natureza fala mesmo em "caso de estudo".

É a prova de que as espécies de água doce ainda podem resistir. Considerado extinto desde 2003, o pequeno peixe Tequila está de regresso aos rios do sudoeste mexicano.

Numa parceria de décadas entre especialistas da Universidade Michoacana, no México, e do Chester Zoo, no Reino Unido, 1500 peixes desta espécie foram devolvidos às nascentes do rio Teuchitlán, no estado de Jalisco.

Com a ajuda da população local, que está a desempenhar um papel crucial na monitorização da qualidade da água dos rios e lagos, os Tequila já se reproduziram, provando que o projeto, citado como estudo de caso pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), está a ser um sucesso.

"Não conseguiríamos ter feito este trabalho sem a população local", reconheceu Omar Dominguez, docente da universidade mexicana, frisando, satisfeito, que, pela primeira vez, uma espécie extinta de peixes foi reintroduzida com sucesso no México. "É um verdadeiro marco para a conservação", afirmou.

O especialista, citado pela BBC, explicou ainda que o projeto "abriu um precedente importante para a futura conservação de muitas espécies de peixes do país que estão ameaçadas ou mesmo extintas, mas que raramente chamam a atenção".

Para Gerardo Garcia, do Chester Zoo, "isto só mostra que os animais podem readaptar-se à natureza quando reintroduzidos na hora certa e nos ambientes certos".

PUB

De referir que, segundo a IUCN, os habitats de água doce são dos mais ameaçados do planeta, com as suas espécies a serem extintas mais rápido do que as terrestres ou marinhas. Na origem da ameaça está sobretudo a poluição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG