Manchester

Estado Islâmico reivindica ataque: "Isto é só o começo"

Estado Islâmico reivindica ataque: "Isto é só o começo"

O autoproclamado Estado islâmico reivindicou o ataque desta segunda-feira à noite, em Manchester, que matou 22 pessoas e fez 59 feridos.

O grupo jiadista reivindicou o ataque com uma mensagem no Telegram e através de um comunicado da sua agência de informação, a Al Amaq, a via que já usou para reivindicar outros atentados, como os de Bruxelas e Berlim. A imprensa israelita diz também que o Estado Islâmico difundiu um vídeo na internet onde se pode ouvir a frase: "isto é apenas o começo".

O grupo terrorista refere-se ainda ao autor do ataque como "um dos seus soldados do califado".

PUB

Antes, em declarações aos jornalistas, a primeira-ministra britânica, Theresa May, disse que a polícia acha conhecer a identidade do bombista suicida que fez rebentar o explosivo na Manchester Arena. As autoridades ainda não revelaram, no entanto, o nome ou a nacionalidade do suspeito.

May confirmou que o ataque foi levado a cabo por apenas um homem, que detonou uma bomba caseira, como as autoridades já tinham avançado. Não se sabe ainda se o autor do ataque agiu sozinho.

Ainda durante esta manhã, um homem de 23 anos foi detido, no sul de Manchester, suspeito de ter ligações ao ataque desta segunda-feira. A polícia de Manchester indicou que o homem foi detido num bairro no sul da cidade, mas não acrescentou outros detalhes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG