Mundo

Estados Unidos expulsam três diplomatas da Venezuela

Estados Unidos expulsam três diplomatas da Venezuela

Os Estados Unidos ordenaram, esta terça-feira, a expulsão de três diplomatas venezuelanos do país em retaliação por uma medida similar das autoridades de Caracas anunciada a 17 de fevereiro, referiu à agência noticiosa Efe uma fonte do Departamento de Estado.

Washington declarou "persona non grata" os três funcionários da embaixada, identificados como Ignacio Luis Cajal Ávalos, Víctor Manuel Pisani Azpurua e Marcos José García Figueredo, e deu um prazo de 48 horas para abandonarem o país.

A decisão foi adotada "em resposta à decisão do Governo venezuelano de declarar 'persona non grata'" os três funcionários norte-americanos "e de acordo com o artigo 9 da Convenção de Viena sobre relações diplomáticas", segundo um responsável do Departamento de Estado que pediu o anonimato.

"Esta convenção permite aos Estados Unidos declarar qualquer membro de uma missão diplomática 'persona non grata' em qualquer momento e sem necessidade de precisar de um motivo", assinalou.

O Governo do Presidente venezuelano Nicolás Maduro tem atribuído os protestos que decorrem no país a um "plano de destabilização" orquestrado a partir dos Estados Unidos, e em 17 de fevereiro anunciou a expulsão de três funcionários norte-americanos, acusados de fomentarem a contestação nas universidades e apoiarem os protestos antigovernamentais.

Washington considerou estas alegações "falsas e sem fundamento".

Outros Artigos Recomendados