Aplicações

Estafetas de entregas espanhóis vão ter direito a férias e salário mínimo

Estafetas de entregas espanhóis vão ter direito a férias e salário mínimo

Espanha foi o primeiro país da União Europeia a reconhecer os direitos laborais dos estafetas de entrega. Os funcionários Deliveroo e UberEats vão perder o título de "prestador de serviços" e passam a ser, legalmente, trabalhadores das empresas.

Esta quinta-feira, o governo espanhol chegou a acordo com os sindicatos do país, no qual os empregados das empresas como a Deliveroo e UberEats passam a ser reconhecidos, legalmente, como trabalhadores, disse a ministra do Trabalho, Yolanda Diaz. Os estafetas de entregas de comida vão ter a direito a férias e salário mínimo.

"São agora considerados como trabalhadores assalariados e vão poder usufruir de todas as proteções relevantes", revelou Yolanda Diaz num discurso televisivo, enaltecendo o facto de que Espanha foi "o primeiro país da União Europeia a legislar sobre a matéria".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG