Acidente

EUA investigam avião que terá caído em zona controlada pelos talibãs

EUA investigam avião que terá caído em zona controlada pelos talibãs

As forças armadas dos Estados Unidos anunciaram, na segunda-feira, que estão a investigar os relatos da queda de um avião no leste do Afeganistão, numa zona controlada pelos talibãs.

A major do exército dos EUA Beth Riordan, porta-voz do Comando Central norte-americano, indicou que ainda não está claro que tipo de avião estava envolvido no acidente.

Segundo as autoridades locais, um avião afegão caiu hoje no leste do país, na província de Ghazni, numa zona controlada pelos talibãs.

Aref Noori, porta-voz do governador provincial, disse que o avião caiu cerca das 13:00 locais (08:30 em Lisboa) na zona de Deh Yak, adiantando não se saber se se trata de um avião militar ou civil.

No entanto, um porta-voz dos talibãs e um jornalista afegão afiliado ao grupo militante indicaram que um avião militar dos EUA caiu no leste do Afeganistão.

De acordo com o porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, um avião da Força Aérea dos EUA caiu na província de Ghazni.

Mujahid afirmou ainda que o acidente matou "muitos" membros do serviço dos EUA.

Numa troca de mensagens através da rede social Twitter, Tariq Ghazniwal, jornalista local, explicou à agência de notícias Associated Press que viu dois corpos e que a frente do avião estava queimada.

O jornalista acrescentou que o corpo e a cauda do avião não foram danificados.

A informação avançada por Ghazniwal não pôde ser verificada de forma independente.

Ghazniwal referiu ainda que o local do acidente fica a cerca de 10 quilómetros de uma base militar dos EUA.

Imagens nas redes sociais alegadamente do local do acidente mostram o que poderiam ser os restos de uma aeronave Bombardier E-11A, que os militares dos EUA usam para vigilância eletrónica sobre o Afeganistão.

A transportadora afegã Ariana Airlines disse à agência norte-americana Associated Press que nenhum dos seus aviões caiu no Afeganistão.

O último acidente de um avião civil no Afeganistão ocorreu em maio de 2010 com um voo da Pamir Airways, que caiu causando 43 mortos. Em fevereiro de 2005, um Boeing 737 da Kam Air, outra companhia aérea privada afegã, caiu não muito longe da capital, Cabul, matando as 104 pessoas a bordo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG