Política nuclear

EUA serão um "parceiro" se Teerão encarar questão nuclear com seriedade

EUA serão um "parceiro" se Teerão encarar questão nuclear com seriedade

Os Estados Unidos serão "um parceiro disponível" na questão nuclear iraniana se o novo presidente do Irão Hassan Rohani assumir um compromisso "substancial e sério" e cumprir as suas obrigações internacionais, afirmou a Casa Branca, num comunicado.

"A investidura do presidente [Hassan] Rohani representa uma oportunidade para o Irão agir rapidamente para acalmar as profundas preocupações da comunidade internacional em relação ao seu programa nuclear", referiu o comunicado da administração norte-americana, divulgado no dia em que o novo chefe de Estado iraniano fez o seu primeiro discurso perante o Parlamento, após ter sido investido.

"Se o novo Governo escolher comprometer-se de forma substancial e séria para cumprir com as suas obrigações internacionais e encontrar uma solução pacífica para este problema, os Estados Unidos serão um parceiro disponível", indicou a nota da Casa Branca.

Felicitando o povo iraniano "por ter feito ouvir a sua voz", a administração norte-americana "observa que o presidente Rohani reconheceu que a sua eleição foi um apelo à mudança dos iranianos".

"Esperamos que o novo Governo tenha em consideração a vontade dos eleitores ao fazer escolhas que melhorem a vida dos iranianos", concluiu Washington.

A comunidade internacional suspeita da natureza do programa nuclear iraniano, afirmando que Teerão tem ambições bélicas e pretende adquirir armas atómicas.

O regime iraniano, que é alvo de sanções por parte da ONU e da União Europeia, sempre recusou tais acusações, salientando o caráter civil e pacífico do programa.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG