Transportes

Eurodeputados bloqueados várias horas no comboio Bruxelas-Estrasburgo

Eurodeputados bloqueados várias horas no comboio Bruxelas-Estrasburgo

Eurodeputados e funcionários europeus que se deslocavam para uma sessão plenária do Parlamento Europeu em Estrasburgo (leste da França), ficaram bloqueados no comboio que liga Bruxelas à capital da Alsácia devido a uma falha elétrica.

"Vários colegas estão retidos no comboio, incluindo a porta-voz adjunta do serviço de imprensa, na sequência de uma falha elétrica na rede ferroviária francesa", declarou Jaume Duch Guillot, porta-voz do parlamento, durante a conferência de imprensa de apresentação da sessão plenária.

Na sua conta Twitter, a sua adjunta, Marjory van den Broeke, referiu-se a este atraso, e em declarações à agência noticiosa France-Presse indicou ter estado bloqueada "durante quatro horas e meia" no comboio, fretado especialmente para os funcionários europeus que se deslocam de Bruxelas a Estrasburgo. Referiu ainda que "estavam a bordo 375 pessoas".

Na semana passada, Angela Merkel defendeu durante uma reunião política em Munique, sul da Alemanha, que o Parlamento deveria "concentrar o seu trabalho num único local" pelo facto de as duas sedes "limitarem a sua capacidade de ação".

As sugestões sobre a instalação permanente dos eurodeputados em Bruxelas, que evitaria a sua obrigatória deslocação a Estrasburgo uma vez por mês, são recorrentes, mas continua a confrontar-se com a firme oposição da França.

A alteração da sede do Parlamento Europeu necessita da unanimidade dos Estados-membros.

Outras Notícias