Exclusivo

Europa divide-se sobre a utilização de energia nuclear

Europa divide-se sobre a utilização de energia nuclear

França lidera conjunto de dez países que quer ver esta opção na lista de fontes limpas da União Europeia. Alemanha é contra a sua utilização desde 2011 e quer eliminá-la até 2030.

A discussão sobre a utilização de energia nuclear como meio para atingir a neutralidade de carbono tem estado bastante ativa e não pára de dividir opiniões. Se por um lado países como a Bélgica, a Alemanha, a Espanha e a Suíça se preparam para a eliminação progressiva da energia nuclear até 2030, outras nações como a França, a Finlândia ou a Polónia têm pedido à União Europeia a integração da energia nuclear na lista de energias verdes e sustentáveis.

Mas será a energia nuclear realmente uma solução para evitar que a temperatura global suba mais do que 1,5º Celsius? Entre os especialistas ouvidos pelo JN sobre esta matéria, as opiniões dividem-se, ainda que ninguém defenda, inteiramente, este modo de produção de energia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG