Mundo

Europa elogia papel de Sharon no fim dos colonatos da Faixa de Gaza

Europa elogia papel de Sharon no fim dos colonatos da Faixa de Gaza

Vários governantes europeus elogiaram hoje o papel importante na história recente de Israel de Ariel Sharon, falecido este sábado, destacando uma das suas últimas grandes decisões: o fim dos colonatos na Faixa de Gaza.

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, manifestou a sua "tristeza" pela morte de Sharon, considerando que o político israelita teve um papel "chave" na história do país. "Teve um papel chave na história recente de Israel", afirmou o dirigente europeu.

"Neste momento de dor, envio as minhas sentidas condolências à família do primeiro-ministro Sharon, ao Governo e ao povo de Israel".

Por seu turno, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, rendeu homenagem a Sharon, considerando que "Israel perdeu um líder importante".

Num breve comunicado, Cameron sublinhou que Sharon tomou, enquanto chefe de Governo, "decisões valentes e controversas na busca da paz" antes de ficar "tragicamente incapacitado".

Já a chanceler alemã, Angela Merkel, também apresentou as suas condolências a Israel pela morte de Sharon, "um patriota" que tomou a "decisão valente" de evacuar os colonatos judaicos na Faixa de Gaza. Essa decisão, em 2005, constituiu um "passo histórico" no caminho da paz, acrescentou.

Em França, o Presidente François Hollande afirmou Israel perdeu um "ator maior na história do país".

"Depois de uma grande carreira militar e política, ele escolheu o diálogo com os palestinianos", disse o Presidente francês.

Também o Presidente russo, Vladimir Putin, enviou uma mensagem ao Governo de Israel, destacando as qualidades pessoais de Sharon e o seu papel na defesa do seu país mas também das "relações de amizade russo-israelitas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG