Terrorismo

Europol admite risco de jiadistas usarem armas químicas na Europa

Europol admite risco de jiadistas usarem armas químicas na Europa

A Europol divulgou um relatório, esta sexta-feira, sobre os riscos de sequestros, extorsões e uso de armas químicas e biológicas por parte do Estado Islâmico na Europa.

O Estado Islâmico (EI) e os seus combatentes são uma das principais ameaças para a Europa, sublinha o centro contra o terrorismo da Europol num relatório divulgado, esta sexta-feira, com o título "Mudanças do 'modus operandi' do Estado Islâmico".

Após os atentados de Paris, Bruxelas e Nice, os países europeus reforçaram as medidas de segurança, aumentando os níveis de controlo. Mas, com a perda de território na Síria e no Iraque, as mudanças na forma de atuar dos militantes jiadistas também alteraram os riscos, explica o documento do centro europeu dirigido pelo espanhol Manuel Navarrete.

Segundo o documento, "os padrões dos recentes ataques na Europa sugerem que o Estado Islâmico adotou novas táticas para atacar o Ocidente". Desde "atores solitários" a "grupos em rede", com ataques orientados pelo EI ou simplesmente inspirados na sua propaganda terrorista.

"É possível que o Estado Islâmico considere o uso de armas químicas e/ou biológicas na UE. Sabemos que usaram gás mostarda na Síria e pensamos que sejam capaz de produzi-lo. Suspeita-se que antigos responsáveis do programa de armas do Iraque estejam a ajudar e tenham dado acesso ao arsenal de armas químicas do Iraque e da Líbia", lê-se no relatório da Europol.

Dados da Europol, citados pelo "El Mundo", indicam quatro atentados jiadistas em 2014 e 17 em 2015; as detenções aumentaram de 395 para 667.

PUB

Até o passado dia 27 de julho, 816 pessoas foram denunciadas por atos relacionados com terrorismo, das quais 539 (67%) eram "combatentes estrangeiros". Em 90% dos casos eram homens com uma média de idade de 33 anos.

"Temos de estar alerta", sublinha Rob Wainwright, diretor da Europol. "Esta gente está treinada para utilizar armas e explosivos e foram doutrinados pela ideologia jiadista".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG