Monarquia

Evitar o embaraço a Harry e facilitar a vida a Andrew: funeral de Filipe sem traje militar?

Evitar o embaraço a Harry e facilitar a vida a Andrew: funeral de Filipe sem traje militar?

O Palácio de Buckingham vai anunciar esta quinta-feira novos detalhes mas, segundo a imprensa britânica, a decisão de Isabel II está tomada: não haverá trajes militares no funeral do marido. Evita-se assim uma situação desconfortável para Harry e uma decisão difícil para Andrew.

Os membros seniores da família real britânica não deverão usar uniformes militares no funeral do duque de Edimburgo, quebrando assim a tradição para evitar momentos de constrangimento ao príncipe Harry.

O duque de Sussex - que perdeu os títulos militares após ter decidido afastar-se dos deveres reais, mudando-se inclusivamente para a Califórnia - arriscava-se a ser o único sem traje militar, apesar de ter servido o exército britânico, por duas vezes, no Afeganistão.

De acordo com o "The Guardian", o protocolo determina que, nesta situação, Harry use roupa civil, embora tenha permissão para utilizar as suas medalhas.

A concretizar-se, a dispensa de uniformes militares acabaria também por resolver uma querela interna associada ao duque de York e à possibilidade de ele usar o uniforme de almirante no funeral do pai, marcado para este sábado.

PUB

Em causa está o facto de o príncipe Andrew se ter afastado das funções públicas na sequência da polémica motivada pela sua aproximação a Jeffrey Epstein, milionário americano que morreu na cadeia após ser acusado de tráfico de menores com objetivos sexuais.

O filho da Rainha Isabel II ia ser promovido a almirante, em 2020, por altura do 60º aniversário, mas a cerimónia acabou por ser adiada.

O Palácio de Buckingham deverá anunciar mais detalhes sobre o funeral esta quinta-feira, mas a imprensa britânica avança que a decisão da Rainha está tomada: para simplificar, todos os membros da família real devem usar roupa civil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG