O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Ex-ministro da Venezuela é um dos 41 arguidos do caso GES

Ex-ministro da Venezuela é um dos 41 arguidos do caso GES

Um dos 41 arguidos no inquérito pendente sobre a derrocada do Grupo Espírito Santo é uma ilustre personagem do regime do antigo presidente da Venezuela Hugo Chávez.

Trata-se de Nervis Villalobos, um engenheiro que chegou a ocupar o cargo de vice-ministro da Energia e foi detido no ano passado em Espanha, por corrupção e branqueamento de capitais.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, na qualidade de arguido já formalmente constituído em Portugal, Villalobos foi um dos sujeitos processuais que invocaram junto do Ministério Público já ter sido ultrapassado o prazo normal de duração do inquérito, pelo que não poderia prosseguir em segredo de justiça. Nessa sequência, pediu a consulta do processo, o que acabou por ser deferido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal, onde, a cargo da equipa liderada pelo procurador José Ranito, estão concentrados os 253 inquéritos instaurados a propósito do escândalo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG