Paquistão

Atentado suicida em zona de lazer de Lahore fez 63 mortos

Atentado suicida em zona de lazer de Lahore fez 63 mortos

Pelo menos 63 pessoas morreram e 290 ficaram feridas num atentado suicida em Lahore, a segunda maior cidade do Paquistão.

As autoridades de Lahore elevaram para 63 mortos e 290 feridos o balanço do atentado suicida perpetrado num parque daquela cidade paquistanesa, muito frequentado por famílias, nomeadamente por crianças.

"Um suicida fez explodir as bombas que transportava no parque Gulshan-e-Iqbal, perto de uma zona infantil, por volta das 19 horas locais (15 horas em Portugal continental)", disse um porta-voz da polícia local, Mohamed Salim.

Um porta-voz dos serviços de socorro de Lahore, Jam Sajjad, explicou que o parque Gulshan-e-Iqbal tem uma área muito grande, com uma zona de atividades para crianças, e que na altura da explosão estava cheio de famílias que ali passavam o fim da tarde.

O governo da província de Punjab, em que Lahore (a segunda maior cidade do Paquistão) é a capital, informou na sua conta na rede social Twitter que declarou o estado de emergência em todos os hospitais da cidade e que decretou três dias de luto oficial.