França

Extrema-direita francesa saúda "lucidez" dos suíços no referendo

Extrema-direita francesa saúda "lucidez" dos suíços no referendo

A Frente Nacional, principal partido da extrema-direita francesa, saudou "a lucidez do povo suíço" após a vitória do "Sim" no referendo contra "a imigração em massa".

O referendo "marca um ponto de viragem positivo contra os dogmas destrutivos do 'sem fronteirismo mundial'", congratulou-se em comunicado o partido presidido por Marine Le Pen.

"É também uma vitória clara do povo suíço contra as suas elites, a tecnoestrutura da União Europeia e a intelectualidade que não poupa nenhum país da Europa", acrescenta a Frente Nacional.

O partido diz ainda que "a vitória da Suíça vai fortalecer os franceses quanto à sua vontade de parar a imigração em massa e recuperar o controlo das suas fronteiras face à União Europeia".

O referendo "deve servir como um exemplo" para as "velhas" democracias "esclerosadas" que "não se atrevem a dar voz ao povo", conclui a Frente Nacional, reafirmando o seu compromisso de "um verdadeiro referendo de iniciativa popular" em França.

Os suíços decidiram, em referendo, limitar a entrada de cidadãos de países da União Europeia (UE) no seu mercado laboral, através da instituição de quotas anuais que devem aplicar-se daqui a três anos.