Redes Sociais

Facebook remove quase 22 milhões de conteúdos de violência e incitação no 1.º trimestre

Facebook remove quase 22 milhões de conteúdos de violência e incitação no 1.º trimestre

O Facebook removeu 21,7 milhões de conteúdos de violência e de incitação no primeiro trimestre, um aumento face aos 12,4 milhões do quarto trimestre de 2021, "devido à melhoria" da sua "tecnologia de deteção proativa", segundo a Meta.

A Meta, que divulgou os dados na terça-feira à noite, refere que "a prevalência de conteúdos" que violam as políticas da tecnológica nas redes sociais Facebook e no Instagram "permaneceu relativamente consistente, mas diminuiu" em algumas das áreas entre o quarto trimestre do ano passado e os primeiros três meses de 2022.

Assim, "no Facebook, no primeiro trimestre, tomámos medidas em 1,8 mil milhões de publicações de conteúdo 'spam', que teve um aumento dos 1,2 mil milhões no quarto trimestre de 2021, devido a ações num pequeno número de utilizadores que faziam um grande volume de publicações" que violavam as políticas da empresa.

Além disso, também foram removidos 21,7 milhões de conteúdos de violência e incitação à violência.

No Instagram, "tomámos medidas em 1,8 milhões de conteúdos" sobre drogas, um número superior aos 1,2 milhões registados no último trimestre do ano passado, "devido às atualizações feitas nas nossas tecnologias de deteção proativa", refere a Meta, no seu relatório.

"Também observamos um aumento na taxa de deteção proativa de conteúdos de 'bullying' e assédio, de 58,8% no quarto trimestre de 2021 para 67% no primeiro trimestre de 2022, graças à melhoria e expansão da nossa tecnologia de deteção proativa", refere a dona do Facebook.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG