EUA

FBI investiga "mistério" da explosão em Nashville no dia de Natal

FBI investiga "mistério" da explosão em Nashville no dia de Natal

O FBI está a investigar o "mistério" que envolve a motivação da explosão de uma potencial bomba numa autocaravana nas ruas do centro de Nashville, que abalou a maior cidade do Tennessee, EUA, na manhã de sexta-feira, dia de Natal. As autoridades continuam a fazer perícias entre os destroços à procura de pistas e encontraram possíveis restos mortais, mas não é ainda claro se ou como estes estão ligados à explosão que provocou três feridos ligeiros.

De acordo com o jornal "The Guardian", foram encontrados este sábado possíveis restos mortais humanos perto do local onde explodiu a autocaravana, que causou sérios danos no centro histórico de Nashville.

As autoridades foram chamadas para uma ocorrência de troca de tiros na manhã de sexta-feira, mas encontraram uma autocaravana com uma gravação que dizia que uma potencial bomba iria explodir em 15 minutos, disse o chefe da polícia metropolitana de Nashville, John Drake. A polícia evacuou o local e, "pouco tempo depois, a autocaravana explodiu", disse o responsável numa conferência de imprensa.

A polícia acredita que a explosão foi intencional, mas ainda não sabe o motivo ou o alvo. John Drake revelou que as autoridades não receberam qualquer ameaça antes da explosão.

O chefe da polícia acrescentou ainda que os investigadores no local "encontraram um tecido biológico que acreditam que possa ser de restos mortais", mas vão "examiná-lo". As autoridades não disseram se os restos poderiam ser de alguém que estivesse dentro da autocaravana.

As três pessoas que foram levadas para os hospitais da região para tratamento estavam em condições estáveis ​​na noite de sexta-feira, disse o presidente da câmara de Nashville, John Cooper.

PUB

"O ataque desta manhã [sexta-feira] à nossa comunidade tinha o objetivo de criar caos e medo nesta época de paz e esperança. Mas os Nashvillians provaram repetidamente que o espírito de nossa cidade não pode ser quebrado", afirmou Cooper numa conferência de imprensa após ter emitido um alerta de recolhimento para a área.

Prédio da empresa AT&T como possível alvo

A explosão provocou fumo numa área conhecida como o coração turístico desta cidade norte-americana por estar repleta de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais. O incidente gerou destroços numa "ampla área" e fez tremer prédios e partiu janelas mesmo nas ruas mais longe da explosão.

Na manhã deste sábado, equipas de especialistas ainda estavam a recolher destroços de uma ampla área do local da explosão. Os danos a um prédio da empresa AT&T geraram especulações de que poderia ser esse o alvo do ataque.

"Não sabemos se isso foi uma coincidência ou se era essa a intenção", disse o porta-voz da polícia Don Aaron, acrescentando que algumas pessoas foram levadas à esquadra do departamento para interrogatório, mas recusou dar mais detalhes.

A AT&T disse que o prédio afetado é o escritório principal de uma central telefónica, com equipamento de rede. A explosão interrompeu o serviço, mas a empresa recusou revelar a dimensão das interrupções.

O site da AT&T teve problemas de serviço no centro do Tennessee e Kentucky. Várias agências policiais relataram que os seus sistemas de emergência foram desativados por causa da interrupção.

A AT&T informou ainda que está a trabalhar com as autoridades para obter acesso e fazer reparos ao equipamento. A empresa notou que "a energia é essencial para restaurar" o serviço.

A Administração Federal de Aviação dos EUA suspendeu temporariamente os voos do aeroporto de Nashville por causa de problemas de telecomunicações associados à explosão.

Agora, o FBI assumirá a investigação, disse o porta-voz da agência Joel Siskovic. Investigadores federais do departamento de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos também estavam no local. O FBI é a principal autoridade responsável por investigar crimes federais, como explosões e atos de terrorismo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG