EUA

FBI procura homem que matou filha de 11 meses em crime "horrendo"

FBI procura homem que matou filha de 11 meses em crime "horrendo"

O FBI e a polícia do estado de Connecticut estão à procura de um homem suspeito de assassinar brutalmente a filha, de 11 meses, no dia 18 de novembro. O alerta para o crime só foi dado três dias depois.

Christopher Francisquini, de 31 anos, está a ser procurado pelo assassinato da sua filha, Camilla, que foi encontrada com compressões no pescoço e facadas, no dia 18 de novembro, em casa, na cidade de Naugatuck, nos EUA.

As autoridades descreveram o caso como "horrendo". A bebé foi encontrada desmembrada.

PUB

A polícia de Naugatuck obteve um mandado de prisão para Francisquini, com uma fiança fixada em cerca de cinco milhões de euros. Também o FBI oferece uma recompensa em dinheiro de 10 mil euros por informações que levem à prisão do suspeito.

Em conferência de imprensa, a polícia revelou que foi chamada ao local do crime depois de alguém ter telefonado para o serviço de emergência a dizer que a menina estava morta. A chamada foi feita de casa da família, três dias depois do homicídio.

O homem tem um "extenso histórico criminal" e estava em liberdade condicional. O suspeito usava pulseira eletrónica, e tê-la-á cortado no dia do suposto crime, informaram as autoridades.

A polícia explicou que o homem e a mãe biológica da menina foram vistos a discutir, na manhã do crime. Acredita-se que a disputa ocorreu depois da morte da criança. Os pais estavam separados.

O funeral de Camilla aconteceu no sábado, numa cerimónia privada "cercada pela família e entes queridos", publicou a polícia nas redes sociais, junto com uma fotografia de Camilla.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG