EUA

Fez topless em frente aos enteados e pode ser acusada de agressão sexual

Fez topless em frente aos enteados e pode ser acusada de agressão sexual

Uma mulher, de 27 anos, pode passar a fazer parte da lista de agressores sexuais por ter despido a camisola em frente aos enteados em casa.

Till Buchanan, do Estado do Utah, nos EUA, enfrenta três acusações de negligência contra menores por ter aparecido sem soutien em frente ao filho do seu marido, na casa onde vivem, no ano passado.

De acordo com o jornal "Telegraph", o advogado da mulher contesta a acusação, explicando que é injusto a mulher ser condenada por estar sem soutien porque o pai do menino também não usava nada que cobrisse o tronco.

A acusada explicou em tribunal que, no final de 2017 ou início de 2018, estava com o marido a fazer trabalhos em casa e que os dois despiram as camisolas para não as sujarem. A mulher explicou que quando as crianças, de 9 e 13 anos de idade, entraram na garagem ela explicou-lhes que "se considerava feminista e que queria demonstrar que era correto andar em casa com a pele descoberta".

"Estava na privacidade da minha casa. O meu marido estava mesmo ao meu lado, vestindo-se tal como eu e ele não está a ser acusado", lamentou. Segundo o mesmo jornal, a acusação resulta de uma investigação feita pelos serviços de ação social, relacionada com um outro assunto. Terá sido a mãe das crianças a denunciar este incidente às autoridades por se sentir "alarmada".

Se for condenada, Till arrisca ver o seu nome classificado como agressora sexual durante 10 anos.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG