Ciência

Floresta mais antiga do mundo descoberta em Nova Iorque

Floresta mais antiga do mundo descoberta em Nova Iorque

Cientistas consideram ter descoberto no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, a floresta mais antiga do mundo, que pode ter informação inédita sobre os elos entre a floresta e o clima, refere um estudo publicado na quinta-feira na revista Current Biology.

Até agora, o título de floresta fóssil mais antiga pertence a um local em Gilboa, na região de Catskills, no norte de Nova Iorque, com cerca de 385 milhões de anos.

O novo local em estudo fica a cerca de 40 km a leste da região de Gilboa e está a ser estudado e mapeado há 10 anos por uma equipa internacional de 11 cientistas dirigida por investigadores das Universidades Cardiff e Binghamton, no Reino Unido, e do Museu do Estado de Nova York.

A equipa chegou à conclusão de que o local abrigava uma floresta "dois a três milhões de anos mais velha" e mais rica em variedades de árvores do que a de Gilboa.

Os cientistas estão a desenvolver a hipótese de que a floresta encontrada tenha sido atingida por uma inundação, já que, na superfície da região, foram encontrados fósseis de peixe.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG