Mundo

Forças de Kadafi cortam estrada que liga Ajdabiya a Benghazi

Forças de Kadafi cortam estrada que liga Ajdabiya a Benghazi

As forças fiéis a Muammar Kadafi, que lançaram um ataque à localidade estratégica de Ajdabiya, cortaram, esta terça-feira, a principal estrada que liga esta a Benghazi, um bastião dos rebeldes no leste da Líbia, anunciaram os rebeldes.

Os veículos de civis e de rebeldes formavam longas filas nas estações de serviço antes de tentarem apanhar a estrada para Tobruk, a leste de Ajdabiya, constatou um jornalista da agência France Presse que viu também outros insurgentes construírem barricadas nas ruas da localidade.

Ajdabiya, a última praça-forte dos rebeldes antes de Benghazi (160 quilómetros a norte), foi atingida por tiros de artilharia e ataques aéreos das forças de Kadafi que fizeram pelo menos cinco mortos e 20 feridos.

A televisão líbia anunciou que a cidade já está a ser controlada por fiéis de Kadafi, o que terá provocado o pânico na população e nos rebeldes.

"Em breve Ajdabiya estará segura e calma como era", refere um SMS enviado pelas autoridades líbias para os telefones móveis.

Centenas de civis e elementos das forças rebeldes provenientes de Ajdabiya chegaram já a Benghazi, de acordo com um jornalista da agência francesa, que assinalou igualmente que há um movimento de ambulâncias na mesma direcção.

"Houve muitas bombas. Bombardearam casas e civis, foi por isso que partimos", declarou um rebelde, acrescentando que às 15:30 locais (12:30 em Lisboa) a cidade ainda estava a ser bombardeada.

"Vamos buscar mais armas e voltamos para combater", acrescentou.