Clima

Fundador da Amazon investe 10 mil milhões no combate às alterações climáticas

Fundador da Amazon investe 10 mil milhões no combate às alterações climáticas

O fundador da empresa tecnológica norte-americana Amazon, Jeff Bezos, vai investir dez mil milhões de dólares (mais de nove mil milhões de euros) da fortuna pessoal para encontrar soluções para combater as alterações climáticas.

De acordo com uma publicação na página oficial do empresário norte-americano na rede social Instagram, Jeff Bezos vai começar a fazer contribuições, no verão, para cientistas, ativistas e organizações sem fins lucrativos que tenham como objetivo combater as alterações climáticas.

"Quero trabalhar com outras pessoas para ampliar o conhecimento existente e para explorar novas maneiras de combater o impacto devastador das alterações climáticas", afirmou o fundador da Amazon, acrescentando que a iniciativa será denominada de "Fundo Bezos para a Terra".

De acordo com a agência Associated Press (AP), um porta-voz da empresa referiu que o fundador da Amazon vai investir dinheiro pessoal.

Responsáveis da Amazon disseram, em 2019, que a empresa teria de se esforçar para que 100% da energia utilizada fosse proveniente de painéis solares e outras fontes de energias renováveis, até 2030.

A empresa dedicada ao comércio eletrónico e plataformas de "streaming" utiliza combustíveis fósseis nos aviões e camiões que fazem a distribuição para todo o mundo dos produtos disponíveis no site.

Vários funcionários que trabalham na sede da Amazon, em Seattle, nos Estados Unidos da América, já se tinham manifestado contra as políticas da empresa, reivindicando mudanças estruturais que reduzissem a pegada de carbono da tecnológica.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG