O Jogo ao Vivo

Meteorologia

Furacão Delta atinge sudeste do México sem causar vítimas

Furacão Delta atinge sudeste do México sem causar vítimas

O furacão Delta, que atingiu esta quarta-feira o sudeste do México, deixou postes de eletricidade e árvores no chão e danificou casas, mas sem causar vítimas, indicaram fontes oficiais.

No entanto, mais de metade da estância balnear de Cancún, nas praias de Cármen e de Cozumel, está privada de eletricidade desde o início do dia (hora local e já meio da tarde em Lisboa), devido à passagem do furacão na península do Yucatan.

Os ventos e as chuvas associadas ao furacão Delta, que baixou, entretanto, do nível 4 para 2, numa escala que vai até 5, diminuíram de intensidade, mas continuam a fustigar a região, sacudindo as palmeiras, muitas delas caíram e deixaram as raízes à vista, derrubando também postes de eletricidade e painéis de sinalização e de publicidade.

"O furacão está praticamente todo em cima de nós. O fenómeno ainda não terminou. Felizmente, não parou e continua o seu caminho, pelo que esperamos que passe rapidamente", declarou aos jornalistas o governador do Estado de Quintana Roo, Carlos Joaquín.

Por seu lado, o responsável pela Proteção Civil do mesmo Estado, Alberto Ortega, sublinhou que, até agora, não há notificação de vítimas mortais, realçando que cerca de 41.000 turistas foram retirados da área à medida que o ciclone se aproximava.

Com ventos que chegaram a atingir os 175 quilómetros por hora, o ciclone entrou na península do Yucatan próximo da cidade de Puerto Morelos, entre as estâncias turísticas de Cancún e da Praia da Cármen, indicou o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla inglesa) norte-americano, com sede em Miami.

PUB

Segundo os dados mais recentes do NHC, o Delta continua com ventos fortes, atingindo rajadas próximas dos 165 quilómetros por hora.

A previsão da rota do furacão, indicou a NHC, é a de atravessar, entre quarta-feira e quinta-feira o Golfo do México em direção aos Estados Unidos, devendo, pelo caminho, recuperar a intensidade inicial.

Pelo menos 6500 militares mexicanos foram enviados para a península do Yucatan e para o Estado de Quintana Roo para apoiar a população afetada pela passagem do furacão.

Antes de atingir o México, o Delta atingiu rajadas de 265 quilómetros por hora, numa altura em que se enquadrava no nível 3.

A população dos 127 municípios de Yucatan e Quintana Roo foi alertada sobre a chegada iminente do furacão tendo sido preparados 135 refúgios, informou Laura Velázquez, coordenadora nacional da Proteção Civil.

Outras Notícias