O Jogo ao Vivo

Tempestade

Furacão Ian deixa rasto de terror e apagão total em Cuba

Furacão Ian deixa rasto de terror e apagão total em Cuba

O Furacão Ian deixou um rasto de destruição em Cuba e dirige-se agora para o estado norte-americano da Flórida. A ilha ficou sem eletricidade depois da rede elétrica cubana ter colapsado.

O furacão chegou a Cuba na terça-feira. O país, que estava já numa situação de grave crise económica, sofreu severos danos devido ao furacão de escala 3 que passou na ilha das Caraíbas.

A rede elétrica, que já sofria apagões recorrentes, foi completamente abaixo, deixando a ilha sem energia. Com a central termoelétrica Antonio Guiteras, que é a mais importante de Cuba, sem funcionar, toda a ilha ficou privada de eletricidade. Segundo um jornal local citado pela BBC, a central "não conseguiu ser sincronizada" e a sua reativação requer um trabalho longo e de precisão.

PUB

A escassez de comida, remédios e combustível de que o país é alvo há já algum tempo, agregada à tempestade, levou os 11,3 milhões de habitantes a desesperar perante o cenário de terror que estão passar. "O furacão acabou com tudo o que nos restava", disse um cidadão à BBC.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) informou que Cuba sofreu "impactos significativos" da tempestades e ventos sustentados de 205 quilómetros por hora. O furacão causou danos nas habitações e nas plantações de tabaco. Segundo a emissora local "TelePinar", o principal hospital da cidade Pinar del Rio também sofreu danos consideráveis.

Flórida prepara-se para o impacto do furacão

O furacão, que atingiu a ilha na categoria 3, numa escala de 5, dirige-se agora para a Flórida com a possibilidade de chegar a um furacão categoria 4. A população prepara-se para inundações e ventos fortes. O governador da Florida, Ron DeSantis, já declarou estado de emergência e ativou cinco mil soldados da Guarda Nacional. Também a Casa Branca já se mobilizou para ajudar as autoridades federais e estaduais a coordenar o socorro e a assistência em desastres.

Este será o primeiro grande furacão a atingir os EUA este ano e o primeiro a atingir a área de Tampa desde 1921. Universidades e parques temáticos já foram fechados e já começaram a ser feitas as evacuações obrigatórias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG