16.06.2019

Fotogaleria

Milhões de negro enchem ruas de Hong Kong e fazem frente ao governo

Milhões de negro enchem ruas de Hong Kong e fazem frente ao governo

O protesto contra a lei da extradição voltou a encher as ruas de Hong Kong, este domingo. Dois milhões vestidos de negro, segundo os organizadores, menos de 400 mil pelos números da polícia.

Após os confrontos violentos entre a polícia e os manifestantes, na quarta-feira, com as forças de segurança a usarem gás lacrimogéneo, gás pimenta e balas de borracha para dispersar a multidão, a líder do governo Carrie Lam anunciou a suspensão por tempo indeterminado do debate da polémica lei da extradição, que permitiria extraditar suspeitos de crimes para serem julgados na China.

Mesmo com a suspensão anunciada os manifestantes não desmobilizam e exigem a retirada efetiva da lei. Para segunda-feira está anunciada uma greve geral.