01.04.2019

Instalação artística

Nove mil blocos de queijo na fronteira entre os EUA e o México

Nove mil blocos de queijo na fronteira entre os EUA e o México

O artista plástico canadiano Cosimo Cavallaro está a construir uma parede de 300 metros de comprimento feita de queijo perto do muro que divide a fronteira dos EUA com o México, perto de Tecate, Califórnia. O objetivo é gerar

A obra já existia há duas décadas na cabeça do artista mas só há pouco tempo, com as exigências de Donald Trump relativamente à construção de um muro fronteiriço, é que encontrou o momento certo para pôr as mãos na massa. Ou, neste caso, no queijo.

"A demanda de Trump deu-me um contexto para isto, tem impacto emocional", disse ao "HuffPost" Cosimo Cavallaro, filho de imigrantes italianos, que esclarece que a instalação artística não tem cariz político e que só quer mostrar que as pessoas estão melhor sem muros a dividi-las.

Cavallaro, nascido em Montreal (Canadá) mas residente em Los Angeles, vai precisar de nove mil blocos de queijo Cotija (mexicano) estragado para fazer o muro completo, que diz enfrentar riscos naturais do processo criativo, como ser comido ou deitado abaixo por animais.

Para levar a cabo o desejo de "há 20 anos", o canadiano criou uma recolha de fundos - embora o queijo seja feito a partir de leite impróprio para consumo, o fabrico sai caro (cerca de 88 euros por bloco).