29.08.2020

EUA

Nas mesmas ruas em que King marchou, milhares pedem o fim do racismo

Nas mesmas ruas em que King marchou, milhares pedem o fim do racismo

Entre repulsa e determinação, manifestantes antirracistas reuniram-se esta sexta-feira no centro de Washington para exigir o fim da violência policial contra a minoria negra, após uma série de incidentes que reabriram as feridas raciais nos Estados Unidos.

Cerca de 57 anos depois do emblemático discurso do líder da luta pelos direitos cívicos Martin Luther King -- "I have a dream" (Eu tenho um sonho) -- dezenas de milhares de pessoas desfilaram novamente pelas ruas da capital federal para reclamar a igualdade entre todos.

"Tira o teu joelho dos nossos pescoços" foi a palavra de ordem da manifestação, aludindo à morte de George Floyd, um afro-americano asfixiado às mãos de um polícia branco em Minneapolis (Minnesota), cujo calvário desencadeou um movimento de protesto inédito nos Estados Unidos há décadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG