O Jogo ao Vivo

21.08.2019

Tailândia

"Sinto-me um herói". O homem que caça mais de 800 serpentes todos os anos

"Sinto-me um herói". O homem que caça mais de 800 serpentes todos os anos

Pinyo Pukpinyo é bombeiro em Banguecoque, na Tailândia. Além de apagar fogos, este homem é um dos mais famosos caçadores de serpentes daquela cidade.

As casas da capital tailandesa são frequentemente visitadas por cobras, que vivem nos canais subterrâneos da cidade e que, durante a época de chuva, entram nas habitações à procura de alimento. Só em 2018, as autoridades de Banguecoque confirmaram ter recebido 37 mil alertas relacionados com a entrada destes animais em casas.

Segundo explica a Reuters, os bombeiros em Banguecoque passam mais tempo a apanhar cobras do que a tratar de incêndios. Segundo dados oficiais, nos últimos meses houve uma média de 100 chamadas diárias relacionadas com a entrada de cobras em casas e apenas uma ou duas com incêndios.

Só Pinyo foi responsável por apanhar 10 mil cobras nos últimos 16 anos. Todos os anos, disse o bombeiro, caça mais de 800 cobras, sendo que a maioria não é venenosa. Os animais venenosos são depois levados para um instituto especializado neste tipo de casos para se extrair o veneno para fazer antídotos. As restantes são tratadas por Pinyo, alimentando-as e ensinando outros bombeiros a apanhar os animais de forma segura.

"Sinto-me um herói por fazer este trabalho", disse. "Estou a tomar conta de pessoas que estão em perigo, que precisam de ajuda, o que me deixa muito contente", revelou.