O Jogo ao Vivo

14.06.2019

Fotogaleria

Soutiens queimados e bandeiras lilás. Mulheres estão em greve na Suíça

Soutiens queimados e bandeiras lilás. Mulheres estão em greve na Suíça

Esta sexta-feira, as mulheres fazem greve na Suíça contra a violência sexista, a precariedade laboral e por igualdade salarial.

"Por mais tempo, mais dinheiro e respeito!" é o slogan que convoca as mulheres para a greve e marcha desta sexta-feira na Suíça, organizada por sindicatos e organizações feministas.

A última mobilização do género foi em 1991, dez anos depois de ter sido inscrito na Constituição um artigo sobre a igualdade entre homens e mulheres. Se há 28 anos pouco tinha mudado e 500 mil pessoas saíram à rua para exigir mudança, a greve desta sexta-feira repete o apelo para que o artigo pela igualdade seja cumprido. Na Suíça, as mulheres ganham 20% menos do que os homens, não há licença de paternidade e as creches têm poucas vagas e preços elevados.